20.2.19

Uniform



Tenho andado desaparecida daqui do blog, mas ultimamente não tenho conseguido fotografar sempre que visto alguma coisa nova ou acho que o look mereça ser mostrado aqui. Confesso que tenho andado um pouco preguiçosa também (e que essa preguiça se tem vindo a arrastar nos últimos meses), sim, porque isto de tirar fotos, editar e publicar dá mais trabalho do que parece. Mas adiante, e porque não vim aqui para me queixar, queria apenas dizer-vos que a minha obsessão por casacos se mantém forte e inalterada. Já tinha no armário uma gabardina azul marinha, num tecido mais fino e por isso ideal para a primavera, uma bege tipo camurça, mas também fininha, e não tinha nenhuma verdadeiramente quente e mais robusta que pudesse usar no inverno. Foi isso que me fez comprar esta nos saldos de inverno do ano passado. O desconto com que ela estava também!! Acho que foi um verdadeiro achado tendo em conta a qualidade e os acabamentos dela (que mesmo sendo Zara estão bem bons). Sei que praticamente não a mostrei aqui mas uso-a mais vezes do que possam pensar. E adoro que seja assim, abotoada de cima a baixo, sobre um look monocromático, e com algum acessório mais vistoso. Ela é bem quentinha e prática, impermeável e grandalhona, assim numa onda mais ouversized como eu gosto. Podia fazer disto um uniforme, acreditem.

Know I have been away from this blog, but lately I haven't been able to photograph whenever I wear something new or I think the look deserves to be shown here. I confess that I have been a bit lazy too (and that this laziness has been dragging in the last months), yes, because this of taking photos, editing and publishing gives more work than it seems. But then, and because I didn't come here to complain, I just wanted to tell you that my obsecion for coats remains strong and unchanged. I already had a navy-blue gabardine in a thinner fabric, so perfect for spring, a suede-like beige one, but thin too, and I didn't have none truly hot and sturdy that I could wear in the winter. That's what made me buy this one in the winter balances last year. The discount that it got too!! I think it was a real find considering the quality and finishes of it (that even being Zara are very good). I know I haven't practically shown it here but I use it more often than you can think. And I love it that way, buttoned from top to bottom, on a monochromatic look, and with some more showy accessory. It's very warm and practical, waterproof and big, on a more orversized cut as I like. I could make this a uniform, believe me.








gabardina.gabardine Zara | camisola de gola alta.turtleneck Cortefiel | calças.pants Zara | botas.boots Zara | anéis.rings Pandora | estola.fur stole Stradivarius | mala.bag Paco Martinez

8.2.19

Coat lover



Tenho um problema com casacos, confesso! De cada vez que entro numa loja online vou direita à secção dos casacos. Não que me faltem casacos no armário, nada disso, mas acho que é a minha maior obcecação a nível de peça de roupa. Já passei pela fase das t-shirts com estampados de animais (que hoje quase já não uso), das t-shirts com frases inspiradoras, das camisas (em particular as brancas), das jeans, das botas e sapatos, mas nunca deixei de me perder de amores por casacos. Isto porque olhando para o meu armário, estação após estação, vou sempre adicionando um ou outro casaco, e o mesmo não sucede com as outras peças, em que há estações em que nem as compro!
Acho que isto é o resultado de um ciclo bem natural. Desde que começamos a ter poder de compra que nos apetece apetrechar o armário de tudo o que está em falta. Claro que a lista, sendo longa, se traduz maioritariamente em compras em fast fashion. Com o passar dos anos vamos acumulando, no meio de tanta roupa vai surgindo a certeza que aquela peça X que compramos foi uma boa aposta, mas ela está um trapo, e com isso acabamos por procurar a mesma peça com maior qualidade, evitando estar sempre a comprar uma coisa que se gastará num instante, preferimos algo mais duradouro, e recorremos a marcas melhores. Do mesmo modo vamos tendo consciência do que realmente não se encaixa tanto em nós, e daquilo que compramos mas que acabamos por não dar tanto uso. Tudo isto acaba por, na minha opinião, se traduzir nesta imensa necessidade de "destralhar" que temos vindo a ver tanto nas redes sociais. Na verdade toda esta necessidade é o reflexo do nosso crescimento, e de sabermos o que realmente nos fica bem e em que peças nos sentimos bem, aquelas peças que usamos por anos mesmo com o passar das tendências!
Resumindo e concluindo, e voltando ao tema dos casacos, acho que um bom casaco faz realmente a diferença num look. Deve ser por isso que gosto tanto de casacos, e não resisti a este, tipo robe, que encontrei na última Black Friday. Digam lá que ele não é lindo?! Além de ser quentinho ainda dá para tirar aquele pelo dos bolsos e consigo logo um casaco ainda mais básico. Top não?

I have a problem with coats, I confess! Every time I go into an online store I go straight to the section of the coats. Not that I lack coats in the closet, none of it, but I think it's my biggest obsession at the garment level. I've gone through the phase of animal print t-shirts (which I almost no longer use), the t-shirts with inspirational phrases, shirts (particularly white ones), jeans, boots and shoes, but I never stopped love coats. This is because looking at my closet, season after season, I always add one or another coat, and the same does not happen with the other pieces, in which there are seasons when I don't even buy them!
I think this is the result of a very natural cycle. Since we started to have purchasing power we feel the need to equipping the closet of everything that is missing. Of course the list, being long, mostly translates to shopping in fast fashion. Over the years we accumulate, in the middle of so much clothing we start coming to be sure that the piece X we bought was a good bet, but it's a rag, and with this we end up looking for the same piece with higher quality, avoiding always being to buy something that will be spent in an instant, we prefer something more lasting, and we resort to better brands. In the same way we are aware of what really doesn't fit us so much, and what we buy but that we end up not giving so much use. All this ends up, in my opinion, to translate into this immense need to no accumulate that we have come to see in social networks. In fact, all this need is the reflection of our growth, and of knowing what really looks good on us and what clothes we feel good in, those pieces we have used for years even with the passing of trends!
Summarizing and concluding, and going back to the theme of the coats, I think a good coat really makes the difference in a look. That must be why I like jackets so much, and I can not resist to this robe-type suit I found on the last Black Friday. Tell me if it's not handsome?! Besides being warm I can take that fur out of the pockets and I get an even more basic coat. Great, don't you think?






Photos by Dani - Moda da Dani
casaco.coat Mango | calças.pants Pull & Bear | camisa.shirt Bershka | botas.boots Zara | anéis.rings Pandora | óculos.sunglasses Miu Miu by Ergovisão | mala.bag Paco Martinez

30.1.19

Jo's Co #20



Estava a demorar mas lá consegui trazer a Dani a esta rubrica. Conheci a Dani numa das últimas edições do Portugal Fashion e rapidamente nos tornamos parceiras nestas andanças da moda. Desde então já se podem contar alguns eventos, uns quantos desfiles, saídas e afins. Este era o look que ela ia usar em Milão para mais um desfile, mas o que aconteceu vocês já sabem. Mesmo assim já tínhamos combinado fotografar, e assim foi. Fui ter com ela a Aveiro, uma cidade onde estudei e que adoro, e claro, a Dani fez o match perfeito com o romantismo daquela que é a Veneza de Portugal. Pensem numa pessoa com um estilo bem senhoria e chique. A Dani é essa pessoa! Nunca a vi de jeans e sinceramente nem sei o que acharia se a visse nesse registo, porque esta vibe mais menina encaixa nela na perfeição. Ainda assim, e sem fugir das saias midi que tanto a caracterizam, ela consegui aqui um toque mais fashion e contemporâneo com este all black com sapatos vermelhos. Claro que os óculos com um toque futurista ajudaram! Amei!!

It was taking a while but I was able to bring Dani here. I met Dani in one of the last editions of Portugal Fashion and we quickly became partners in these fashion things. Since then we can already count some events, a few parades, exits and some other things. This was the look she was going to wear in Milan for another parade, but what happened you already know. Even so we had already combined photograph it, and so it was. I went to Aveiro, a city where I studied and I love, and of course, Dani made the perfect match with the romanticism of that which is the Venice of Portugal. Think on a person with a very lordly and chic style. Dani is that person! I've never seen her in jeans and honestly I don't even know what I'd think if I saw her in that register, because this girly vibe fits her perfectly. Still, and without escaping the midi skirts that characterize her so much, she achieved a more fashion and contemporary touch with this all black with red shoes. Of course the sunglasses with a futuristic touch helped! Loved it!!



top Zara | balzer Zara | saia.skirt feita na costureira.made in the dressmaker | óculos.sunglasses Luís Buchinho by Ergovisão | clutch Mango | jóias.jewels Maria Dolores | sapatos.shoes Bershka

21.1.19

Coincidence



Quem aqui não acredita em coincidências?
No dia 12 de Janeiro era suporto estar em Milão para assistir ao desfile do Miguel Vieira apoiado pelo Portugal Fashion na semana de moda masculina. Como já vos contei pelo instagram, não consegui estar presente, o voo foi cancelado, mas não foi esse o motivo que me fez ficar sem conhecer a colecção. O Miguel Vieira é quase meu conterrâneo. É mesmo ali da cidade ao lado, e confesso que isso sempre me encheu de orgulho. Podem achar isto parvo mas desde cedo que o nome dele deixou de ser estranho para mim, talvez consequência dessa “proximidade”. Como tal, e sempre que possível, tenho acompanhado todos os seus desfiles. Quando planeava a viagem a Milão, e tendo em conta o registo estético do Miguel Vieira, sempre com um toque clássico e chic, com cortes que nos remetem para a alfaiataria, lembrei-me logo deste fato da Mango que comprei há uns meses e ainda não tinha usado. A história que me levou a compra-lo conto-vos melhor da próxima vez que o mostrar aqui, por agora quero apenas que vão ao post anterior espreitar os looks do desfile e vejam… há um coordenado muito, mas mesmo muito, semelhante a este! Inicialmente, e porque em Milão ia estar frio, ia usar o meu casaco de pelo em cima deste fato, mas decidi fotografar sem ele para que o compreendessem melhor. Se forem lá espreitar de novo vão encontrar outro coordenado bem semelhante, com um mega casacão de pelo em cima de um fato.
Não sei se isto são coincidências ou simplesmente inconsciente conhecimento estético de uma marca que adoro! Achei lindo quando me deparei com estas semelhanças! O que acham?

Who does not believe in coincidences here?
On the 12th of January it was supposed to be in Milan to watch the Miguel Vieira's fashion show supported by Portugal Fashion in the men's fashion week. As I told you on my instagram, I couldn't be present, the flight was canceled, but that wasn't the reason why I didn't know the collection. Miguel Vieira is almost my countryman. It's right there in the next town, and I confess that it always filled me with pride. You may think it's silly, but since years, his name is no longer strange to me, perhaps a consequence of this "closeness". As such, and whenever possible, I have accompanied all her parades. When I was planning the trip to Milan, and taking into account Miguel Vieira's aesthetic, always with a classic and chic touch, with cuts that refer us to the tailoring, I soon remembered this Mango suit I bought a few months ago and still had not used. The story that led me to buy it I'll tell you better the next time I show it here, for now I just want you to go to the previous post to look at the looks of the parade and see... there is a very, very very, similar look to this! Initially, and because in Milan it was going to be cold, I was going to wear my fur coat on top of this suit, but I decided to shoot without it so you can understand it better. If you go back again then you'll find another very similar co-ordinate, with a huge fur coat on top of a suit.
I don't know if these are coincidences or simply unconscious aesthetic knowledge of a brand that I love! I thought it was beautiful when I came across these similarities! What do you think?









blazer Mango | calças.pants Mango | camisola gola alta.turtleneck Cortefiel | colar.necklace Zara |  sapatos.shoes Zara | anéis.rings Pandora | óculos.sunglasses Gucci by Ergovisão | mala.bag Paco Martinez | relógio.watch Daniel Wellington

18.1.19

Miguel Vieira MFW









Miguel Vieira
Foi em Milão que, na semana passada, Miguel Vieira apresentou as suas propostas para o Outono-Inverno 2019/2020. Além dos habituais pretos e brancos, não faltaram neste desfile os tons cinza, areia, amarelo mostarda, castanho e azuis claro e marinho. Tudo isto remetendo-nos para um inverno ameno em África. Essa inspiração é notória também nos padrões, não os florais, mas sim os geométricos, a lembrar os tão característicos padrões étnicos que foram aqui reinterpretados.
As silhuetas são justas, como já é habitual, com fatos slim em tecidos leves e frescos, mas intercaladas por volumes conferidos por tecidos mais grossos e estruturados, como a bombazina e o veludo. Consegue-se assim uma mistura entre o clássico, tão característico de Miguel Vieira, e uma vibe mais streetwear que tem vindo a ganhar terreno nas grandes marcas de moda! Consequência disso também, não faltaram os acessórios, como o colar dourado com um "M", as sapatilhas bota-meia, os sacos de compras e as bolsas a tiracolo, os óculos e os cintos.
Pela quantidade de coordenados que compilei aqui dá para perceber que amei esta colecção certo? Bem, no próximo post continuamos esta conversa...
(Esta coleção estará disponível para venda a partir de Agosto.)

It was in Milan that last week Miguel Vieira presented his proposals for the 2019/2020 autumn-winter. In addition to the usual blacks and whites, this show has a lot of gray, sand, mustard yellow, brown and light and navy blues. All this referring us to a mild winter in Africa. This inspiration is notorious also in the patterns, not the floral ones, but the geometric ones, remembering the so characteristic ethnic patterns that have been reinterpreted here.
The silhouettes are fair, as usual, with slim suits in light and fresh fabrics, but interspersed with volumes conferred by thicker and more structured fabrics such as bombazin and velvet. This is a mix between the classic, so characteristic of Miguel Vieira's, and a more streetwear vibe that has been gaining ground in the big fashion brands! As a result, there were accessories such as the gold necklace with an "M", the sock sneckers, the shopping bags and the shoulder bags, the glasses and the belts.
By the amount of coordinates that I compiled here, you can see that I loved this collection right? Well, in the next post we'll continue this conversation...
(This collection will be available for sale as from August.)

photo credits Observador by Ugo Camera